GRUPO MPS

  • Twitter B&W
  • Facebook B&W
  • Google+ B&W

                         Locais de atendimento

Alphaville, Barueri, Santana de Parnaiba, Jandira, Itapevi, Embu das Artes, Taboão da Serra, Itapecerica da Serra, Santo André, São Bernado, São Caetano, Carapicuiba, Cajamar, Granja Viaja, Cotia, Aldeia da Serra, Vargem Grande, Jandira, São Roque,Zona Sul, Jaguaré, Jardim Sul, Campo limpo, São Lorenço, Embu Guaçu,Mandaqui, Itaim Paulista, Mooca,Casa Verde, Bom Retiro, Americanópolis, Parada Inglesa, Vila Andrade, Pompéia, Ermelino Matarazzo,Zona sul, Vila Catarina, Vila Matilde, Vila Gumercindo, Vila Buarque, Serra da Cantareira, São Lucas, Sacomã, Pompéia, Parada Inglesa, Mandaqui, José, Bonifacio, Jardim Helena, Jardim América, Itaim Paulista, Horto Florestal, Ciade Dutra, Àgua Fria, Lapa, Vila Hamburguesa, Vila Romana, Vila Mascote, Vila Guilherme, Sé, São Judas, Rio Pequeno, Pirituba, Parque São Domingos, Panamby, Limão, Jardins, Jardim Sul, Jardim Europa, Jaraguá, Itaim Bibi, Horto do Ipê, Cursino, Cidade Ademar, Capela do Socorro, Cambuci, Belém, Alto de Pinheiros, àgua Branca, Zona Norte, Vila Olimpia, Vila Madalena, Vila das Marcês, Tremembé, Sapopemba, Santana, República, Pinheiros, Parque do Carmo, Morumbi, Lauzane Paulista, Jardim Sul, Jardim Avelino, Jaguara , Intelargos, Guaianazes, Cohabe, Chácara Klabin, Cangaiba, Brooklin, Barra Funda, Alto da Lapa, Aclimação, Zona Leste, Vila Nova Conceição, Vila Leopoldina, Vila Curuça, Tatuapé, São Rafael, Santa Terezinha, Real Parque, Perus, Pari, Jardim Peri, Jardim Aricanduva, Jaçanã, Imiriam, Granja Julieta, Cidade Patriarca, Avenida Paulista, Brasilândia, Alto da boa Vista, Campos Eliseos, Chácara Flora, Vila Zelina, Vila Nova Cachoerinha, Vila Jacui, Vila Clementino, Cotia, Taipas, São Miguel Paulista, Santa Efigênia, Raposo Tavares, Perdizes,Parelheiros, Moema, Lajeado, Jardim Palista, Jardim ângela, Jabaquara, Iguatemi, Grajáu, Cidade Lider, Centro, Campo Limpo, Brás, Arhur Vim, àgua Rasa, Vila São Francisco, Vila Medeiros, Vila Maria, Vila Carrão, Sumaré, São Mateus, Santa Cecília, Ponte Rasa, Penha, Paraiso, Mirandópolis, Jurubatuba, Jardim Marajoara, Jardim Anália Franco, Itaquera, Ibirapuera, Freguesia do Ó, Cidade Jardim,Caxingui, Campo Grande, Bosque Da Saúde, Anhaguera, àgua Funda,Vila Sonia, Zona Oeste, Vila Prudente, Vila Mariana, Vila Formosa, Tucuruvi, Saúde, Santo Amaro, Rincão, Piqueri, Parque dos Principes, Pacaembu, Liberdade, Jardim São Paulo,Jardim da Saúde, Jaguaré, Ipiranga, Higienópolis, Consolação, Chácara Santo Antônio, Capão Redondo, Butantã,Bela Vista, Alto da Mooca, Osasco.

studio a7

 Motoboy Campinas pra SP

Motoboy Campinas

 

 

 

Um Motoboy campinas e são paulo chamado por você ou sua empresa não transporta apenas documentos, brindes ou pequenos volumes,os motoboys os transportam um pouco da sua empresa ou do contratante avulso. Um moto boy eficiente não precisa apenas pilotar uma moto, nossos profissionais trazem consigo responsabilidade e postura adequada para levar sua empresa a qualquer lugar. Somos uma Central de Atendimento com Motoboys campinas e em Toda São Paulo para melhor atender você ou sua Empresa.

 

Contamos com uma infraestrutura de motoboy campinas para melhor atender nossos clientes, com unidades bem localizadas e em lugares estratégicos. Atendemos Empresas e demais instituições que necessitam de transporte rápido e eficiente de pequenas cargas ou documentos. Empresa credenciada, motoboys profissionais e bem treinados. Motoboy campinas avulso, contratos e pequenas viagens fazem parte de nossa rotina.Pode-se dividir a história de São Bernardo do Campo em várias fases. A primeira, intimamente ligada às das vizinhas Santo André e São Paulo, se iniciou em 1550, quando a cidade de campinas da  começou a se organizar. No início de 1550 os padres jesuítas que desbravaram o Brasil em busca de catequizar os índios descobriram que na região de São Bernardo do Campo havia índios canibais. Seu fundador foi João Ramalho, que se casou com a índia Bartira, filha do cacique Tibiriçá dos índios guaianases que posteriormente tornou-se alcaide. A oficialização da cidade se deu em 8 de abril de 1553, quando foi erguido o pelourinho da vila denominada Santo André da Borda do Campo. Essa fase teve fim no ano de 1560, quando seus habitantes foram transferidos para São Paulo de Piratininga.[7] A documentação do período hoje se encontra arquivada na cidade de São Paulo. Após esse evento, a vila vive um período de grande estagnação, sendo transformada em uma grande sesmaria, da qual Amador de Medeiros era o provedor. O mesmo Amador de Medeiros doa a sesmaria aos monges beneditinos do Mosteiro de São Bento, que a transformam em duas grandes fazendas, a de São Caetano e a de São Bernardo, em 1717.A população residente no núcleo da Fazenda de São Bernardo manifestou a vontade de erigir uma nova igreja, mas não poderia fazer isto em terras do mosteiro. Por conta disso, foi realizada a transferência da sede da vila, que ficava na margem esquerda do Ribeirão dos Couros (hoje Ribeirão dos Meninos), para outro ponto, às margens do mesmo rio, onde, em 1812, surge a Igreja Matriz e são traçadas as primeiras ruas, derivadas da Estrada Geral de Santos (Caminho do Mar ou Estrada do Vergueiro), que seriam o ponto inicial do núcleo urbano do município.Em 1812, o Marquês de Alegrete eleva São Bernardo a freguesia. Em 1890, com a instalação do Governo Republicano, São Bernardo se torna município, ainda abrangendoSanto Amaro e todas as demais cidades da avv v vCom a abertura da São Paulo Railway, em 1867, ligando São Paulo a Santos, ocorre o abandono da Estrada Geral de Santos, provocando, assim, nova estagnação no crescimento da sede do município (a atual São Bernardo do Campo). A estação de São Bernardo, distante da sede do município e conhecida por Bairro da Estação, passa a constituir um núcleo urbano a partir de 1867. Mais tarde, em 1910, por solicitação dos habitantes deste núcleo, a estação passa a ser denominada pela São Paulo Railway como "Santo André", em homenagem à vila fundada por João Ramalho. Nascia então o futuro município de Santo André.Em 1938, por decreto do governador do estado de São Paulo, Ademar de Barros, Santo André passa a ser a sede do município de São Bernardo, e não mais a vila de São Bernardo, pois o núcleo/distrito de Santo André alcança prosperidade devido à proximidade da ferrovia. Desta forma, ilustres habitantes da vila de São Bernardo fundam a "Associação Amigos de São Bernardo" com o objetivo de alcançar a emancipação político-administrativa do município, que acabou sendo alcançada em 1944 e oficializada em 1945, com a instalação do município de São Bernardo do Campo, desmembrado de Santo André, sendo o seu primeiro prefeito Wallace Cockrane Simonsen, presidente da associação que almejava a emancipação.O nome São Bernardo "do Campo" homenageia Santo André da Borda do Campo, vila fundada por João Ramalho, e foi escolhido por já haver uma cidade no estado do Maranhão com o nome campinas .Em 1957, ocorre a emancipação política de Vila Conceição, que se torna um novo município com o nome de Diadema.Ainda nas décadas de 50/60 do século XX, São Bernardo do Campo recebe o parque automobilístico brasileiro, então em franca expansão. O parque chega para alavancar de uma vez por todas o desenvolvimento do município, que, de 60.000 habitantes em 1960, passa a ter 740.000 já em 2000. Desta forma, a indústria automobilística/autopeças passa a designar a cidade como a "Capital do Automóvel". Além desse título, a cidade ostenta o de Capital da Indústria Moveleira, que veio ainda no século XIX, com a produção de móveis pelos primeiros imigrantes europeus.A partir da década de 1980, a cidade cresce até chegar aos anos 90, período de estagnação econômica e fuga de empresas sediadas no município que procuram por cidades com melhores condições logísticas e impostos mais baixos[carece de fontes].Com novas políticas de incentivo ao crescimento do governo federal, a cidade volta a crescer a partir de meados de 2005, e hoje a indústria voltou a gerar emprego[carece de fontes]. Apesar disso, o setor de comércio e serviços continua emergente e já configura parte importante da vida econômica da cidade.